Nova atualização do Facebook: tudo que você precisa saber e como contornar a situação

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Descubra como os empreendedores e marcas podem se adaptar ao novo cenário!

Em 2004, Mark Zuckerberg lançava o Facebook. Naquela época, a rede social surgiu com a proposta inofensiva de aproximar colegas e amigos de faculdade, e mostrar o que estas pessoas faziam no dia a dia.

Ao longo dos anos, essa proposta evoluiu e muitas marcas viram no Facebook a possibilidade de atingir um público maior e mais qualificado.

Tudo ia bem para empreendedores e marcas, até Mark Zuckerberg vir a público, no início de 2018, para fazer um anúncio que leva a rede social de volta a suas origens (pelo menos em teoria).

A partir de agora, o algoritmo do Facebook vai priorizar ainda mais os posts de familiares e amigos, em relação às publicações feita por páginas. A mudança visa melhorar a experiência do usuário, que tem reclamado muito da quantidade de anúncios que aparecem no feed.

Mas o que isso significa para empreendedores e marcas?

Descubra, a seguir, o que muda no algoritmo do Facebook e como os donos de páginas corporativas podem se adaptar a esse novo cenário, sem perder o engajamento dos seguidores!

O que muda no Facebook com a nova atualização?

Até o ano passado, o Facebook utilizava dados como número de curtidas, comentários e compartilhamentos para definir o posicionamento das páginas nos feeds de notícias.

Mas, de acordo com o anúncio feito no dia 11 de janeiro, a partir de agora, o Facebook vai prever quais posts têm mais potencial de interação, com base no comportamento do usuário, e estes posts aparecerão no topo do feed, junto com postagens de amigos e familiares, que também passam a ser priorizados pelo novo algoritmo.

Para o usuário, isso significa menos anúncios e mais posts orgânicos de familiares e amigos.

Já no caso das páginas, haverá uma perda do alcance das publicações, que já estava entre 1% e 2% de entrega orgânica e, consequentemente, das curtidas e compartilhamentos. As páginas que investem pouco em anúncios, e que não se preocupam em criar conteúdo “compartilhável”, devem sofrer ainda mais com a nova distribuição de conteúdo.

O que as marcas podem fazer para diminuir o impacto da mudança?

O cenário é pessimista para quem utiliza o Facebook para divulgação, mas isso não significa que você não conseguirá alcançar bons resultados utilizando a rede.

Para te ajudar, compartilhamos algumas dicas para empreendedores e marcas se adaptarem a esse novo cenário.

Continue investindo em conteúdo de qualidade

Com a mudança no algoritmo, o Facebook vai entregar para o usuário apenas as postagens que são relevantes para ele. Isso significa que você deve continuar investindo em conteúdo de qualidade caso queira aparecer no topo do feed de seus seguidores.

Se você focar seus esforços em temas que são do interesse de seu público e manter um relacionamento ativo com quem segue a página, eles continuarão vendo valor em seu conteúdo e, claro, compartilhando.  A ideia é que, em um futuro bem próximo, os usuários voltem a passar mais tempo de seu dia no Facebook e vejam, ali, o tipo de assunto que é interessante para eles.

Será que você está cumprindo com esse objetivo?

Aproveite a mudança no algoritmo para rever a forma como você conversa com seus seguidores e para entender se a persona que você mapeou no início de sua estratégia ainda faz sentido para seu negócio.

Isso porque, conforme a marca vai crescendo, novos usuários chegam, e você precisa garantir que seu discurso seja interessante para o maior número possível de pessoas.

Faça lives

Um estudo recente do Facebook mostrou que transmissões ao vivo geram até 6x mais engajamento do que vídeos pré-produzidos.

A principal vantagem desse tipo de conteúdo é que ele prevê uma comunicação mais ativa, permitindo tirar as dúvidas dos usuários sobre você e seu produto.

Assim como em qualquer outro formato, é preciso ter cuidado com a periodicidade, para não irritar seu seguidor. Nossa dica é que você faça lives quando tiver algo relevante para dizer e priorize os horários com maior interação em sua página, para que mais pessoas possam participar.

Também é importante avisar seus seguidores com antecedência de que você vai fazer uma live, para que eles possam se planejar para assistir.

Lembre-se de deixar esse conteúdo em exibição em sua timeline, para que outros usuários possam ver aquele vídeo no futuro. Assim, você aumenta as chances de interação daquela postagem.

Utilize mais seus outros canais de comunicação

Quem está no Facebook ou no Instagram está lá por eles, e não pela sua marca. Por isso, é importante investir em outros canais de comunicação, para criar uma audiência própria, e não ficar dependendo de algoritmos de redes sociais.

Aqui no blog, nós já citamos várias ferramentas que podem te ajudar a construir um relacionamento genuíno com seu público, como blogs e e-mail. Esses são canais de comunicação mais autônomos que te permitem falar com sua audiência sem grandes restrições.

Se você ainda não tem um blog, acesse nosso post para criar o seu agora mesmo!

Certifique-se de estar presente onde sua audiência está, e crie conteúdo alinhado com as características de cada rede. Assim, mesmo que o Facebook limite seu alcance, você consegue entregar sua mensagem para quem precisa dela.

Conheça o Sparkle

Se você está em busca de alternativas para não perder o alcance de suas publicações, precisa instalar o Sparkle. O Sparkle é um aplicativo de criação e compartilhamento de conteúdo, totalmente gratuito, que entrega 100% das postagens para sua audiência, sem restrições de alcance e formato. Com ele, você pode segmentar seus conteúdos a partir de assuntos, e fazer postagens em formato de áudio, vídeo, imagem e links para páginas externas.

O aplicativo também disponibiliza a opção de vincular seu canal do YouTube ou blog do WordPress à sua conta. Assim, sempre que tiver um conteúdo novo em um desses canais, seu seguidor no Sparkle será notificado, em tempo real, e poderá consumir o vídeo ou blog post nas respectivas plataformas. Conheça outros 11 motivos pelos quais todo creator e influenciador deveria criar um perfil no Sparkle.

Peça para seus usuários ativarem as notificações de sua página

Pouca gente sabe, mas os usuários do Facebook têm a opção de modificar as configurações de notificação para ver o conteúdo das páginas que seguem em seu feed de notícias.

Para isso, basta acessar a página e selecionar: Seguir > No seu Feed de notícias > Ver primeiro, conforme imagem abaixo.

recorte de uma página no facebook, indicando o local para ativar as notificações de uma fanpage

Você também pode fazer esse processo, simultaneamente, em várias páginas, clicando em Feed de Notícias > Editar preferências > Priorize quem ver primeiro.

Cabe à página encontrar formas criativas de mostrar essa funcionalidade e estimular as pessoas a alterarem suas preferências, sem ser impertinente.

Que tal criar um post para seus seguidores, como: “quer ser o primeiro a ficar sabendo de nossas promoções? Selecione a opção ‘ver primeiro’ em nossa página e não perca mais nada”.

Promova publicações relevantes

Os anúncios ainda são a forma mais rápida de chegar a seu público e, dependendo da segmentação, podem trazer excelentes resultados a um baixo investimento.

Com a mudança no algoritmo, os empreendedores e marcas poderão continuar anunciando, mas é importante selecionar as publicações certas para impulsionar, para garantir que o investimento gere engajamento.

Priorize sempre as publicações que agregam mais valor para seu seguidor, e evite impulsionar todas as publicações de sua página. Afinal, é importante saber que tipo de tema interessa mais seus seguidores, e o anúncio pode disfarçar este dado por trás da quantidade de curtidas.

Mantenha-se atento!

Muita gente está vendo a mudança do algoritmo do Facebook como o fim de empreendedores e marcas menores, que têm pouco dinheiro para investir em anúncios. Mas, na verdade, esse é um sinal de que o mercado está em constante atualização e é preciso atentar-se para toda e qualquer mudança.

Tenha sempre em mente que a audiência do Facebook, Instagram e outras redes sociais pertence a elas.

Independentemente do desempenho de sua página, foque em construir um relacionamento direto com sua audiência em outros canais também, assim você não fica refém da entrega das redes sociais.

Acredite, se seu foco for gerar valor para as pessoas que te seguem, elas continuarão querendo saber de você, mesmo que essa informação não apareça o tempo todo no feed.

E você? O que achou da mudança no algoritmo do Facebook? Aproveite para contar para a gente aqui nos comentários!

 

Fonte: https://blog.hotmart.com/pt-br/algoritmo-do-facebook/

Você sabe como um Processo de Vendas Pode Aumentar o Lucro da Sua Empresa ?

Testado com mais de 50 clientes.

Chegou até aqui ? Que tal compartilhar ?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Fechar Menu